Despertar

Sábado, 17 Setembro, 2011 at 08:53 Deixe um comentário

Despertei deste sono profundo, letárgico
Desta dormência mental que me agrilhoou
Prendeu e aprisionou
Por tempos infinitos
Um inicio feliz e realizado
Embora aquém do desejado
O pesadelo assume-se e toma proporções impensáveis
Insuportável tirania consentida
Injusta, infame
Ingrata que tiraniza e despreza.
Tombando ao inferno da consciência sem saber
O porque de ali estar
Buscando respostas que ninguém quer dar
Do vazio surge uma aura alva e casta, que ilumina e envolve
Pacifica e cura, protege e guia,
Remissória de desvirtudes.

Acordo para a alvorada
A crueza permanece
Ao largo, a quimera voa alto
Observando, quem sabe esperando
A melhor altura para aterrar.
E digo: que aterre.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Sonho “E pur si muove!” ou o novo despertar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Calendário

Setembro 2011
S T Q Q S S D
« Jun   Abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Most Recent Posts


%d bloggers like this: